Home Sobre Índice
Meu Mirante
Meu Mirante
Voltar
Avalie a matéria clicando na estrela que reflete a sua nota, abaixo:

Com o pé no acelerador!

Morador de Aracaju, o sergipano Lucas Bispo Santos aderiu ao plano Visão Multi há pouco mais de seis meses, embora tenha ingressado na Telefônica Vivo em 2017. Com apenas 26 anos, ele está acelerando nas contribuições para compensar o “tempo perdido” e garantir uma boa reserva para a aposentadoria. 

Benefício especial

“Comecei a trabalhar aos 18 anos, já no segmento de telecomunicações. Há dois anos, entrei na área de Revenda da Telefônica Vivo, como consultor de negócios. Foi uma grande surpresa quando, na contratação, ofereceram vários benefícios muito bons, entre eles, o plano de previdência complementar Visão Multi.”

 

Uma boa dica, mas...

“O meu gerente na época me incentivou muito a entrar no plano. Ele explicou que havia uma contrapartida da empresa de 100% do valor da minha contribuição mensal. Mas resolvi aderir só em meados do ano passado, quando um colega, que se desligou da empresa para abrir um negócio próprio, me contou que tinha acumulado uma boa quantia com as contribuições feitas para o plano. Ele disse que havia calculado e se tivesse aplicado na poupança não teria metade do que acumulou.”

 

Interesse despertado

“Comecei então a me informar e vi que o retorno dos investimentos era bem melhor do que na poupança e muito seguro. Quando você começa a se inteirar do assunto, logo desperta para a questão da aposentadoria. Não é possível imaginar o que será do INSS daqui a 20 ou 30 anos, mas uma coisa é certa: mesmo hoje, já não dá para viver somente com a Previdência Social.”

 

Por que fazer a Contribuição Esporádica

“Com o dinheiro que sobra no final do mês e que antes ia para a poupança, faço a Contribuição Esporádica no plano. Tenho me planejado muito, faço o máximo da Contribuição Básica, da Adicional e ainda a Suplementar. Como sou vendedor, recebo comissão a cada três meses e agora, quando esse dinheiro entra, já reservo para investir no plano. Eu me programo antes, calculo meus gastos fixos e o que ‘sobra’ vai para o Visão Multi. Não tenho perdido nenhuma oportunidade de investir tudo que posso. Acompanho mensalmente o meu saldo no site e é muito gratificante ver que estou no caminho certo.” 

 

Muitas possibilidades

“Esse recurso é uma reserva importante e sei que, caso me desligue da empresa, vou poder resgatar, portar para outra entidade ou mesmo me manter no plano como BPD ou autopatrocinado. As vantagens são imensas, fico muito feliz por ter decidido fazer a adesão mesmo que um tempo depois da admissão, mas estou compensando esse ‘atraso’.”

 

"Quando me imagino lá na frente, casado, com filhos e aposentado, o que eu vejo - e quero! - é ser independente financeiramente. Não gostaria de precisar da ajuda de ninguém."

 

Pensar no longo prazo

“Tenho procurado conversar com amigos, mostrar que não dá para viver só no imediatismo, gastando com bobagens, que é preciso talvez se privar de algumas coisas, não consumir tanto e garantir o amanhã. Tenho apenas 26 anos, mas sei que devemos pensar no longo prazo. Vejo conhecidos e amigos que não se preocupam mesmo com isso, parece que o futuro é muito distante, vivem só o presente e não fazem nenhuma reserva. Mostro o resultado mensal do meu plano para os colegas que trabalham comigo e ainda não aderiram. Digo para eles que mesmo que não seja para pensar na aposentadoria, é uma excelente forma de rentabilizar o seu dinheiro.”

 

Motivo a mais

“Tenho um exemplo em casa: minha mãe trabalhou a vida toda pagando o INSS e recebe hoje um salário mínimo de aposentadoria. É complicado e tenho que ajudá-la nas despesas. Se ela tivesse feito uma reserva, mesmo que um pouquinho por mês, teria uma situação melhor.”

 

Independência financeira

“Ainda sou solteiro, daqui a dois anos me formo em Direito e estou me preparando para o futuro. Quando me imagino lá na frente, casado, com filhos e aposentado, o que eu vejo - e desejo! - é ser independente financeiramente. Não gostaria precisar de ninguém. Hoje, ajudo minha mãe porque felizmente posso e quero, mas conheço pessoas que vivem muito bem e não dão assistência aos pais e nem pensam em seu próprio futuro. É muito triste.”

 

Fale com o Mirante!

Você pode sugerir sua participação ou de um colega nesta seção pelo e-mail comunicacao@visaoprev.com.br.

 

Avalie a matéria clicando na estrela que reflete a sua nota, abaixo:

Visão Prev Sociedade de Previdência Complementar
CNPJ: 07.205.215/0001-98
Alameda Santos, 787 - Conjuntos 11 e 12
Jardim Paulista – São Paulo-SP CEP: 01419-001

Central de Atendimento
Capital e Regiões Metropolitanas de SP e ligações
internacionais: 11 5508.8000 - seg. a sex. das 7h às 19h

Demais Localidades:
0800.771.7738 - seg. a sex. das 7h às 19h